Últimas de Cascavel
  • Há 1 Hora Veículo furtado é encontrado em chamas no Colonial
  • Há 4 Horas Trote: dois caminhões de combate a incêndio são mobilizados
  • Há 4 Horas 'Todo mundo' vai parar na delegacia após confusão na UPA
  • Há 5 Horas Idosa fica ferida ao sofrer queda no Santa Cruz
  • Há 6 Horas Ciclista de 18 anos é atropelado por carro
  • Há 6 Horas Carros colidem em cruzamento com semáforo
  • Há 7 Horas UPA: mais um dia de lotação e lentidão para atendimento
  • Há 8 Horas Menina de 13 anos e jovem de 27 são detidos por furto
  • Neo Gonçalves
  • CGN

30 Janeiro 2014 | 18h54min

Em reunião no fim da tarde desta quinta-feira (30), os funcionários dos Correios de Cascavel que estavam em greve decidiram interromper a paralisação. O motivo foi a baixa adesão ao movimento.

De acordo com o diretor do Sintcom (Sindicato dos Trabalhadores nos Correios no Paraná) em Cascavel, Reginaldo Rodrigues da Silva, no restante do Estado e em quase todo o país a mobilização segue fortalecida. “Vamos continuar avaliando o cenário e há possibilidade de retornarmos com a greve”, disse.

Os servidores dos Correios fazem a paralisação contra mudanças no plano de saúde, que segundo eles, foi feita sem consulta aos trabalhadores. A empresa está implantando o Postal Saúde, que, conforme o Sindicato, privatizaria o plano de saúde. 

Carregar mais notas ao vivo
2 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário