Últimas de Cotidiano
  • Há 5 Horas Grávida é encaminhada ao hospital após colisão
  • Há 7 Horas Estudante relata momentos de agonia com homem se masturbando
  • Há 7 Horas PM cumpre reintegração de posse em fazenda
  • Há 7 Horas Menor é apreendido após confessar ter matado vizinha: 'queria ver escola em luto'
  • Há 8 Horas Patrulha Rural apreende arma e munições
  • Há 8 Horas Mega Sena acumula e pode pagar R$ 37 milhões no sábado
  • Há 10 Horas PM apreende 180 pedras de crack em Francisco Beltrão
  • Há 10 Horas Vídeo: Comerciante reage a assalto e mata dois suspeitos
  • Alexandre Moura
  • Radar B.O.

22 Setembro 2012 | 15h10min

A dona de casa Geni de Oliveira, 40 anos, moradora de Toledo, no Oeste do Paraná, está vivendo um drama e corre risco de morte. Há dois meses ela descobriu que tem uma agulha alojada na coluna.

Segundo Geni, “é difícil saber a origem da agulha”, pois ela não passou por nenhum procedimento recente e nem mesmo tomou uma injeção.

O único fato lembrado pela família é uma cesariana feita há cerca de sete anos, quando nasceu o último filho dela.

Agora a família tenta uma cirurgia para retirada da agulha, mas não consegue.

Segundo informações do site Radar B.O, de Toledo, o médico constatou que a agulha está alojada muito próxima ao pulmão, o que poderá perfurá-lo e até causar a morte de Geni.

A família da dona de casa resolveu procurar a imprensa para denunciar o caso e pedir ajuda.

A cirurgia, segundo os familiares pode ser feita em Cascavel (PR) – distante 40 quilômetros de Toledo – e só depende de uma autorização das autoridades do setor de Saúde.

Carregar mais notas ao vivo
31 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário