• Mariana Lioto
  • Assessoria

14 Novembro 2017 | 08h10min

A prefeitura de Cascavel divulgou ontem o projeto alterado para o terminal de passageiros do aeroporto de Cascavel. A licitação para a obra pode ser lançada ainda este ano e aberta no início do ano que vem.

A sala de embarque que na obra parada foi projetada com 250 m², no novo projeto terá 850 m². O terminal terá dimensões para operar com qualquer tipo de aeronave.

Para fazer as mudanças levou-se em conta os recursos públicos já investidos na obra, que embora parada há pelo menos dois anos, já consumiu R$ 2 milhões. Por essa razão o projeto que será licitado assim que a SAC (Secretaria de Aviação Civil) formalizar a sub-rogação do convênio - incluindo também o Município de Cascavel para que este possa fazer aporte de recursos, conforme acenou o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa no último dia 27 de outubro durante sua passagem por Cascavel para liberação de um trecho da R$ 163 - aproveita 85% da obra já executada, ampliando-a de 2,5 mil m² para 6 mil m². A estrutura metálica da cobertura, por exemplo, será praticamente toda reaproveitada.

O projeto do novo terminal inclui sala de embarque e de espera; sala VIP; lanchonete; quiosque; estacionamento para 398 veículos com acesso ao terminal por escadas e rampa; área coberta para as lojas comerciais externas e entradas com acessibilidade; praça de alimentação no piso superior com restaurante; lanchonete; sanitários e mirante; sanitários com acessibilidade; infantil; ostomizados e fraldário; área técnica coberta para recebimento e despacho das bagagens e pátio para três aeronaves modelo “boeing 737-800” com capacidade para 215 passageiros entre tantas outras  novidades.

Investimentos e próximos passos

Assim que for formalizada a sub-rogação do contrato na SAC a prefeitura irá publicar o edital de licitação da obra. A expectativa é de isso ocorra ainda este ano, para que as propostas possam ser conhecidas no início do ano que vem.

Quando for definida a empresa vencedora da licitação e assinado o contrato, o cronograma de obras previsto pela Seplan é 12 meses para execução do projeto.

Paralelamente, a prefeitura irá trabalhar na duplicação da pista de acesso ao aeroporto, na construção do estacionamento de veículos e no pátio de aeronaves, cujo custo previsto é de cerca de R$ 8,5 milhões, valores já garantidos pelo prefeito Leonaldo Paranhos com o governo do Estado, via financiamento com a ParanaCidade.

A construção do Terminal de Passageiros tem custo estimado em R$ 16 milhões; cerca de R$ 3,5 milhões são referentes ao convênio anterior e o restante garantidos com emenda parlamentar do deputado federal Fernando Giacobo, totalizando perto de R$ 25 milhões de investimentos.

A apresentação também foi transmitida ao vivo pelas redes sociais.

Carregar mais notas ao vivo
22 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário