• Mariana Lioto
  • O BEM DITO

12 Outubro 2017 | 12h32min

Desde a morte da filha, Tabata Fabiana Crespilho Rosa, 6 anos, Fernanda Crespilho convive com uma dor imensurável. Não bastasse o peso da ausência, a costureira autônoma também passa por dificuldades financeiras.

Mas a maior delas acaba de ser equacionada. Sensibilizado com um vídeo produzido pelos repórteres Edvaldo Domingos (apresentação) e Tiarajú Becker (cinegrafia e edição), um empresário de Cascavel doou uma casa, propiciando a Fernanda a possibilidade de deixar o aluguel.

O imóvel, de alvenaria, é novo e espaçoso. O autor do nobre gesto prefere o anonimato.

Fernanda reside atualmente apenas com um filho recém-nascido. O outro irmão de Tabata passou a morar com os avós no litoral catarinense.

O novo lar poderá ser ocupado já a partir da próxima semana, quando será concluída a pintura.

As informações são do O Bem Dito

Carregar mais notas ao vivo
33 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário