• Mariana Lioto
  • UOL/Tribuna do Ceará

13 Setembro 2017 | 18h25min

Depois de onze dias internado, sete entubado, o bebê Kalleb Levy Rodrigues Pereira, de um mês de idade, recebeu alta médica na tarde desta quarta-feira (13) e já está em casa.

Ele teve grave complicação médica após receber uma dosagem maior que a indicada de um medicamento, em atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro José Walter.

O caso ocorreu no sábado (2). Uma sindicância apura o erro. De acordo com a mãe do bebê, Evilene Rodrigues, ele passa bem e não teve sequelas.

Saiba mais

Kalleb deu entrada no Hospital Distrital Gonzaga Mota com problemas respiratórios. Como na unidade o aparelho de raio-x estava com defeito, foi decidido pela transferência do bebê para a UPA. Segundo a avó dele, Edilene Rodrigues, uma enfermeira teria realizado a aplicação equivocada.

Em nota, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) confirmou que houve um erro na administração da medicação para broncoespasmo na UPA, com dosagem maior que a indicada de epinefrina, remédio para crise asmática. O fato resultou em “reação adversa grave, por diversas causas”, afirmou a pasta.

“Após os resultados da sindicância, encaminhamentos administrativos serão tomados para minimizar os riscos de situações como esta voltarem a acontecer”, afirma a Sesa. O resultado da investigação deve ficar pronto até 25 de setembro.

Evilene afirma que a família irá processar o Estado pela situação. “Isso não pode ficar impune. Era a vida do meu filho”.

As informações são do Tribuna do Ceará.

Carregar mais notas ao vivo
1 comentário
Mostrar Mais
Envie seu comentário