Últimas de Cotidiano
  • Há 2 Horas Homem de 62 anos é detido após abusar de criança
  • Há 4 Horas Petrobras aumenta preço do gás de cozinha pelo segundo mês consecutivo
  • Há 5 Horas Em pouco mais de três anos, irmão mata dois irmãos
  • Há 5 Horas Ex-mulher mais obesa do mundo morre após perder mais de 300 kg
  • Há 7 Horas Operação conjunta RF e PRF apreende dois caminhões de cigarros
  • Há 7 Horas Caminhão de tijolos tomba e interdita rua em Curitiba
  • Há 9 Horas Jovem internada em hospital morre após monitor cardíaco cair na sua cabeça
  • Há 10 Horas Sob pressão, Temer recua e decide revogar extinção da Renca
  • Fábio Wronski
  • UOL

17 Julho 2017 | 20h08min

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, estimou nesta segunda-feira (17) que as novas modalidades de contrato criadas com a reforma trabalhista poderão gerar cerca de 2 milhões de empregos em dois anos.

Em coletiva de imprensa, Nogueira defendeu que esse acréscimo virá da regulamentação de contratos por jornada parcial, jornada intermitente e home office. A reforma trabalhista foi sancionada na semana passada pelo presidente Michel Temer.

Em junho, o Brasil abriu 9.821 vagas formais de emprego, terceiro dado mensal positivo consecutivo, mas bem abaixo do esperado e puxado quase exclusivamente pela atividade agropecuária, em meio ao mercado de trabalho ainda mostrando fraqueza após dois anos de recessão.

Carregar mais notas ao vivo
2 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário