• Luiz Padilha
  • CGN

19 Maio 2017 | 23h18min

Um internauta procurou a CGN, nesta sexta-feira (19), para fazer uma reclamação de uma situação complicada que ele tem passado com um agente da Cettrans.

Ele acredita que um desentendimento entre o homem iniciou uma suposta perseguição pessoal.

O agente é síndico no mesmo condomínio que a família do internauta mora. Segundo dele, o comportamento dele com ele e com a esposa mudou após ele cobrar algumas manutenções e melhorias que deveriam ser realizadas no condomínio.

O internauta foi multado pelo mesmo agente três vezes: A primeira dela foi em 2013. Após três anos, no dia 27 de dezembro do ano passado outra multa foi emitida pelo agente. E, no dia três de fevereiro, outra notificação foi assinada pelo trabalhador.

Após esse contratempo, ele procurou a Cettrans e, segundo dele, uma sindicância foi aberta para apurar o caso. Quando ele foi prestar os esclarecimentos dele, o agente esteve presente e ouviu a versão do internauta. E cerca de 40 dias depois da reunião, ele ainda continua sem uma resposta da Cettrans.

O internauta questiona o órgão, o motivo dele não poder acompanhar os esclarecimentos do agente de trânsito.

Ele finaliza cobrando uma providência da Cettrans para evitar mais novos desentendimentos.

Carregar mais notas ao vivo
34 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário