• Jean Peretto
  • CGN

20 Março 2017 | 06h16min

Nesta madrugada (20), uma moradora do Esmeralda em Cascavel chamou a CGN para reclamar do atendimento na Upa Pediátrica.

Ela contou que levou a filha, que não passava bem e precisou deixar outras três crianças em casa.

Segundo ela, a funcionária teria ameaçado chamar o Conselho Tutelar, quando pediu para que a criança não ficasse internada, já que não teria quem cuidasse dos outros filhos em casa.

Ela diz ainda que a assistente social teria dito não ter nada com os problemas dela e fechado a porta "na sua cara".

Carregar mais notas ao vivo
30 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário