• Mariana Lioto
  • CGN

15 Março 2017 | 10h09min

O prefeito Leonaldo Paranhos atualizou a situação da negociação da tarifa do transporte coletivo na manhã de hoje (15) durante apresentação da escola de governo na prefeitura. A negociação se arrasta desde o final do ano passado. 

Segundo ele, a proposta feita às empresas é de reajuste da tarifa de R$ 3,30 para R$ 3,55 com pedido de vigor a partir de maio.

“Entendemos que o contrato prevê reajuste em dezembro, mas considerando o momento de crise que enfrentamos e o fato de a maioria dos trabalhadores receberem reajuste em maio seria uma forma de o usuário absorver com menos impacto”, afirma.

Ele considera o valor de R$ 3,55 razoável já que chegou-se a falar em valores acima de R$ 4, caso o cargo de agente de bordo fosse aprovado.

A resposta por parte das empresas deve ser dada até o final da tarde de hoje, dizendo se aceitam ou não a proposta. Se for aceito, o acordo deve ser assinado ainda esta semana.

O município busca evitar que a questão da tarifa seja judicializada. Caso as empresas fiquem insatisfeitas com a proposta do município elas têm a opção de buscar a Justiça para garantir que o reajuste previsto em contrato seja garantido.

Outro lado

A assessoria das empresas afirma que a proposta foi recebida e está em análise. Não existe, a princípio, intenção de recorrer à Justiça. 

Carregar mais notas ao vivo
17 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário