• Mariana Lioto
  • CGN

07 Março 2017 | 19h17min

O juiz  Eduardo Villa Coimbra Campos concedeu a liminar solicitada pela Prefeitura de Cascavel referente ao pagamento da iluminação interna de condomínios horizontais de Cascavel. Pela decisão, a Copel está proibida de cobrar os valores do Município, como vinha fazendo.

Conforme a CGN noticiou na semana passada, mesmo notificados, dez condomínios deixaram de apresentar documentação transferindo para si a conta da iluminação interna. As contas, no valor de cerca de R$ 15 mil por mês, continuaram sendo pagas pela prefeitura que, se deixasse de fazê-lo, poderia ser considerada inadimplente.

A decisão é liminar (provisória) e o processo segue agora para discussão do mérito.

Carregar mais notas ao vivo
3 comentários
Guy fawkes 07/03/2017 22:50h
5
0
Essa é boa, prefeitura ter que pagar iluminação de condomínio e para cair o C do U, vou ver se consigo fazer essa no condomínio onde moro. Responder este comentário
não colega 07/03/2017 21:01h
6
1
pagasse a taxa de iluminação pública imbutida na conta de luz mesmo Em resposta a É justo? (Exibir comentário)
É justo? 07/03/2017 20:11h
8
24
Os moradores de condominio ja pagam IPTU e agora tem de pagar a luz. Pagam duas vezes a mesma coisa. Responder este comentário
Envie seu comentário