Últimas de Cascavel
  • Há 11 Minutos Homem é acusado de oferecer dinheiro para fazer sexo com adolescente
  • Há 52 Minutos Moradores reclamam de asfalto de ‘má qualidade’
  • Há 1 Hora Homem é preso devendo R$ 50 mil de pensão alimentícia
  • Há 1 Hora Homem tem suspeita de fratura após acidente
  • Há 1 Hora Jovem quer conhecer o pai que mora em Cascavel
  • Há 1 Hora Homem reclama do concurso da prefeitura
  • Há 2 Horas Cettrans realiza operação na Rua Xavantes
  • Há 2 Horas Portão cai e atinge menino de 3 anos
  • Redação CGN

15 Fevereiro 2017 | 17h17min

Foi publicado em órgão oficial um aditivo ao contrato entre a Prefeitura e a Lessio Engenharia e Construção Civil Ltda. A empresa é a responsável pela construção da Escolar Arthur Oscar Mombach, no distrito de Sede Alvorada.

A obra era uma reivindicação antiga da comunidade, pois há anos a escola municipal e o colégio estadual dividem uma estrutura pequena e inadequada.

A obra foi licitada ainda em 2014, ao custo de R$ 1,173 milhão, e chegou a receber um aditivo de mais R$ 95,7 mil. A construção começou em janeiro de 2015 e deveria estar pronta em outubro daquele ano. Desde então, os atrasos se somam.

Segundo o município aproximadamente 60% da obra está concluída e foi concedido o prazo de mais 150 para o término. A demora na conclusão da escola se justificaria por atrasos nos repasses por parte do Governo Federal, que financia a obra e por “condições climáticas adversas, como chuvas constantes”.

O município afirma que está fazendo o acompanhamento semanal da obra, para que o novo prazo seja cumprido.

“A obra foi retomada na segunda quinzena de janeiro. A partir de agora o Município cobrará relatórios semanais quanto ao andamento da conclusão da obra.  Caso ocorra atraso novamente a empresa será notificada e será aberto processo administrativo”.

O município também cogita encerrar o contrato e licitar a obra novamente, em caso de descumprimento de prazo e se for necessário. 

Carregar mais notas ao vivo
1 comentário
Mostrar Mais
Envie seu comentário