• Redação CGN

07 Fevereiro 2017 | 18h23min

Sempre que ouvimos falar em países com educação desenvolvida, a educação em tempo integral está presente. Em Cascavel, as aulas da rede municipal foram retomadas ontem, os alunos matriculados no tempo integral, no entanto, só começam a estudar no dia 20.

Segundo a Secretaria de Educaçaõ, o Ensino em Tempo Integral segue um calendário diferenciado e as aulas geralmente começam alguns dias depois do ensino regular, por conta da organização e planejamento das atividades extra que são oferecidas.

A previsão é ter a modalidade em 17 das 61 escolas do Município, com diferente número de alunos atendidos por escola.

Números

Cascavel tem mais de 20 mil alunos na rede municipal e atende menos de 10% o dia todo na escola. No ano passado o município tinha 1.649 alunos matriculados no tempo integral e outros 190 com atividades complementares em contraturno.

Este ano são 1.337 alunos já matriculados, mas as informações ainda estão sendo repassadas pelas escolas.

Ampliação

A ampliação do serviço depende da disponibilidade de salas e ou inauguração de escolas novas. A Escola Ademir Corrêa – que está sendo construída no Parque dos Ipês - é uma que deverá ter este atendimento. O prefeito Leonaldo Paranhos também anunciou a intenção de implantar o tempo integral na Escola Neiva Ewald, no Presidente. O início das atividades por lá, no entanto, não é imediato, pois depende de planejamento e ainda não há previsão para a disponibilização do serviço aos alunos. 

Carregar mais notas ao vivo
3 comentários
Wellington 17/02/2017 18:26h
0
0
Estamos esperando a escola aqui do parque dos ipes. ser a a escola mais linda da cidade quando ficar pronta. Meu filho esta ansioso pela esc Responder este comentário
joao do caminhao 08/02/2017 08:51h
1
1
E Lurdinha abra os olhos e procure enxergar além do seu próprio umbigo. Há muito tempo Cascavel não tinha governo preoc. com o povo como ele Em resposta a Lurdinha (Exibir comentário)
Lurdinha 07/02/2017 19:37h
7
6
Enquanto isso o prefeito só trabalha pro tal de território 1 o resto da cidade que se lasque Responder este comentário
Envie seu comentário