Últimas de Cascavel
  • Há 2 Minutos Cettrans realiza operação na Rua Xavantes
  • Há 18 Minutos Portão cai e atinge menino de 3 anos
  • Há 39 Minutos Siate atende motociclista ferido em acidente
  • Há 48 Minutos Incêndio atinge grande área perto da BR-369
  • Há 1 Hora Procon fiscaliza postos e encontra combustível velho com preço novo
  • Há 1 Hora Av. Brasil ficará parcialmente interditada domingo para corrida de rua
  • Há 2 Horas Criança é atendida após queda no Santa Cruz
  • Há 2 Horas Dois meses após morte de Melissa, insegurança ainda persiste
  • Mariana Lioto
  • CGN

13 Janeiro 2017 | 15h35min

O juiz Phellipe Muller, responsável pelo processo de reintegração de posse da área do Jardim Gramado, publicou hoje (13) uma decisão no processo. O objetivo é evitar que a parte do terreno que já foi reintegrada volte a ser ocupada irregularmente.

O juiz autorizou o uso de força policial para manter a posse dos lotes já reintegrados. Para isso, basta apenas a comunicação para a polícia por parte da empresa dona da área.

Qualquer pessoa que violar a posse terá que pegar multa diária de R$ 1 mil e responderá por desobediência. A autoridade deverá identificar os responsáveis para violação para que eles sejam punidos.

Parte da reintegração foi suspensa no mês passado a partir de uma decisão judicial, no entanto dezenas de terrenos já foram devolvidos à empresa Transcotinental, responsável pela área.

Carregar mais notas ao vivo
8 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário