• Mariana Lioto
  • CGN

02 Janeiro 2017 | 12h18min

Em meados de dezembro as empresas que fazem o transporte coletivo em Cascavel apresentaram ao Município um pedido de reajuste no valor da tarifa do serviço. Para as empresas o valor que é de R$ 3,30 precisa chegar a R$ 3,55 ou até a R$ 4,06, caso não haja um programa de demissão voluntária dos possíveis trabalhadores.

Por nota, Paranhos se posicionou hoje pela manhã sobre o assunto. A análise ainda é sucinta, devido à necessidade de um levantamento mais amplo, por parte do novo comando da Cettrans. Em primeira análise, no entanto, Paranhos afirmou que "não há justificativa para o reajuste".

“A questão está sendo tratada tecnicamente pelo prefeito Paranhos com o presidente da Cettrans, Alsir Pelissaro”, diz a nota. “Os reajustes precisam ser pautados pela planilha de custos, questão que está sendo devidamente tratada pela nova direção da Cettrans”.

Nos últimos anos, os reajustes vinham sendo anunciados anualmente, em geral no mês de dezembro, com a justificativa de que há uma cláusula do contrato que prevê este direito para as empresas. 

Carregar mais notas ao vivo
11 comentários
adriano 05/03/2017 14:10h
0
0
Paranhos Parabéns até que enfim alguém pra tapa os buracos da avenida brasil tinha buraco ali a mais de 2 anos ja ia fazer bolo já! Responder este comentário
xico 02/01/2017 20:10h
0
0
Não seja retardado e imbecil é feio isso Em resposta a aff (Exibir comentário)
aff 02/01/2017 17:25h
2
0
N tem pq aumentar a tarifa, não mudará nada, só pago 4 pula se tiver ar condicionado e net flix kkkkk Responder este comentário
VERGONHA 02/01/2017 16:00h
8
1
CABELEIREIRA NOMEADA PARA ARRUMAR OS CABELOS DO PESSOAL DA COHAVEL ATÉ CARRO A BONITA VAI TER VERGONHA MENTIRANHOS Responder este comentário
cabelo bonito 02/01/2017 15:58h
7
0
O NOVO PREFEITO NOMEOU UMA CABELEIREIRA SEM ESTUDO QUE VAI GANHAR MAIS DE 10 MIL NA COHAVEL VERGONHA. Responder este comentário
Envie seu comentário