• Aline Cristina
  • CGN

13 Dezembro 2016 | 15h49min

‘Daqui eu só saio no caixão’ este é o pensamento de Nadir Lourenço, morador da região do Bairro Gramado a 18 anos.

A casa onde ele e a esposa moravam está assim parcialmente destruída. Ao serem informados que haveria a reintegração de posse no local, eles arrancaram o telhado, mas com isso as paredes também acabaram vindo ao chão, sem ter muito o que fazer o homem relata que terá que começar do zero.

Em meio aos destroços dona Sueli Ramos faz sua refeição. A Mulher tinha um estabelecimento comercial no local, no entanto, com toda a confusão dos últimos dias, acabou destruindo o local de trabalho e agora não há outra opção a não ser começar tudo novamente.

Pelas ruas do local estão vários guardas realizando rondas, a pé, de carro e também de motocicleta. Eles foram contratados pela empresa que é proprietária da área para que os locais que foram desocupados não sejam reocupados pelas famílias.

Enquanto nossa equipe estava no local, alguns moradores reclamaram, que as pessoas que estavam fazendo a limpeza dos lotes, também estavam colocando fogo em alguns barracos que ainda estavam em pé.

Carregar mais notas ao vivo
39 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário