• Mariana Lioto
  • CGN

06 Outubro 2016 | 17h21min

Há quase um ano não é mais possível pagar a passagem do transporte coletivo em Cascavel com dinheiro. Para melhorar o acesso dos usuários ao cartão, a ValeSim está implantando máquinas de autoatendimento para compra de cartão e recarga.

Por enquanto são quatro equipamentos: uma em cada terminal e outra na sede da ValeSim. É possível fazer a recarga do cartão Vale Transporte, Vale Estudante e Express, além de comprar cartões Express.

A máquina aceita cartão de débito e dinheiro, inclusive moedas. Um item que exige atenção, no entanto, é que o equipamento não oferece troco.

Para os cartões vale Transporte e Estudante é possível fazer a recarga de qualquer valor, mesmo não seja o exato da passagem. Por exemplo, ao colocar R$ 10, o usuário recebe três créditos e os R$ 0,10 ficam na conta como saldo, podendo ser complementados futuramente.

Quem usa o Express – que não é nominal – não poderá colocar valores que não sejam exatos da passagem. Para comprar três passagens, por exemplo, ele precisa colocar R$ 9,90 na máquina. Isso ocorre porque o cartão Express é recolhido na última passagem.

A ValeSim afirma que a aceitação dos usuários está sendo boa e garante que o sistema é simples. Com alguns toques na tela é possível fazer a recarga. Durante o período de adaptação, há funcionários auxiliando os usuários.

Outro ponto positivo é que o autoatendimento ampliará o horário de recarga, que hoje vai das 6 às 22 horas. Se bem aceito, o número de pontos será ampliado para locais com fluxo de usuários.

A ValeSim não informa quanto cada máquina custou, mas garante que o investimento não trata impacto ao usuário do transporte coletivo. 

Carregar mais notas ao vivo
8 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário