• Maycon Corazza
  • CGN

15 Abril 2012 | 11h48min

A Polícia Federal publicou uma nota, na noite de ontem (14), sobre o assassinato do policial federal, Alexandre Drummond Barbosa, ocorrido na madrugada deste sábado. No texto, a instituição ‘lamenta profundamente a perda irreparável de um excepcional Agente de Polícia Federal’.

O texto afirma que “as provas testemunhais e um vídeo produzido a partir de uma câmera instalada na boate onde o episódio teve início apontam que minutos após a discussão, já na via pública, em frente ao referido estabelecimento, o Policial foi surpreendido, possivelmente pelas costas, por disparos de arma de fogo, desferidos por Alessandro Meneghel, do interior do veículo por ele conduzido, qual seja, uma caminhonete Mitsubishi Pajero, de cor branca”.

Segundo a Polícia Federal, o policial ainda chegou a reagir efetuando alguns disparos contra o veículo, “os quais não foram efetivos contra o agressor, dada a condição já debilitada da vítima por conta dos disparos que lhe haviam atingido”.

A nota afirma ainda que o vídeo com as imagens do crime não será divulgado “em respeito à família do policial morto, considerando as fortes imagens nele constantes”.

Leia o texto na íntegra:

Em relação à ocorrência que vitimou fatalmente o Agente de Polícia Federal ALEXANDRE DRUMMOND BARBOSA, lotado e em exercício nesta Delegacia de Polícia Federal, na madrugada de ontem (14), a Polícia Federal em Cascavel esclarece:

As informações preliminares relativas aos fatos até o momento indicam que o crime se deu a partir de um desentendimento ocorrido no interior de uma casa noturna desta cidade, entre o Policial e a pessoa de ALESSANDRO MENEGHEL.

As provas testemunhais e um vídeo produzido a partir de uma Câmera instalada na boate onde o episódio teve início apontam que minutos após a discussão, já na via pública, em frente ao referido estabelecimento, o Policial foi surpreendido, possivelmente pelas costas, por disparos de arma de fogo, desferidos por ALESSANDRO MENEGHEL, do interior do veículo por ele conduzido, qual seja, uma caminhonete Mitsubishi Pajero, de cor branca.

O policial ainda chegou a reagir efetuando alguns disparos contra o veículo, os quais não foram efetivos contra o agressor, dada a condição já debilitada da vítima por conta dos disparos que lhe haviam atingido. Na sequência, ALESSANDRO MENEGHEL, com uma espingarda calibre 12, sempre do interior do veículo, efetuou outros vários disparos contra o policial já caído.

Ato contínuo, ALESSANDO MENEGHEL evadiu-se do local em alta velocidade, tendo sido preso na ainda mesma madrugada, na Estrada Chaparral. O veículo utilizado para o crime foi localizado abandonado naquela mesma Estrada. No veículo, foram encontrados diversos cartuchos deflagrados de pistola calibre 380, bem como de Espingarda Calibre 12.

O preso foi autuado em flagrante e as investigações prosseguem sob a responsabilidade da Polícia Civil em Cascavel, sendo um dos objetivos determinar se há co-autores na prática do homicídio.

O vídeo com as imagens do crime não será divulgado em respeito à família do Policial morto, considerando as fortes imagens nele constantes.

Por fim, a Polícia Federal lamenta profundamente a perda irreparável de um excepcional Agente de Polícia Federal.

Comunicação Social-DPF/CAC/PR

Carregar mais notas ao vivo
70 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário