Últimas de Cascavel
  • Há 5 Minutos Definido nome que substituirá Damasceno Jr na comissão de ética
  • Há 14 Minutos Cestas básicas: assistência social reúne voluntários
  • Há 35 Minutos Condutor de Astra que atingiu e matou motociclista se apresenta à polícia
  • Há 56 Minutos Estudante de Cascavel embarca para a Rússia para cursar medicina
  • Há 1 Hora Carro furtado teria sido visto na região do XIV de Novembro
  • Há 1 Hora Município discutirá regras para funcionamento de empresas no feriado
  • Há 1 Hora Acusado de matar mulher a facadas será submetido a medida de segurança
  • Há 1 Hora Mulher posta fotos com objetos furtados da patroa e é presa
  • Maycon Corazza
  • Assessoria

15 Julho 2016 | 17h19min

Foi realizada, nesta tarde (15), uma reunião no Ministério Público Federal de Cascavel, com a participação de representantes do Município, advogados Welton de Farias Fogaça e Cláudio José Abreu de Figueiredo, do procurador da República, Thales Fernando Lima, do representante da BRMalls, Romulo Silveira da Rocha Sampaio, do procurador do Ibama, João Marcelo Arend Fiedler. Na ocasião, foi firmada a repactuação dos termos do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), de junho de 2015, que trata da liberação para construção do Shopping Catuaí Cascavel.

De acordo com o advogado do Município, Welton de Farias Fogaça, a repactuação foi possível, uma vez que o Poder Judiciário de 1ª Instância e no TRF4 validaram o TAC inicialmente firmado, autorizando o prosseguimento das obras do shopping. “Na reunião, ficou acordado que os prazos para o cumprimento dos termos do TAC se iniciarão a partir de 18 de julho de 2016”.

Os termos do TAC preveem a ampliação da proteção ambiental. “Com a liberação das obras, Cascavel só tem a ganhar. Este é um importante empreendimento, muito esperado pela população”, destaca o prefeito Edgar Bueno.

Carregar mais notas ao vivo
7 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário