• Bruno Silva
  • CGN/Rafael Marcante

30 Julho 2014 | 16h22min

Um menino de 11 anos sofreu graves ferimentos no braço direito, na tarde desta quarta-feira (30) ao ser atacado por um Tigre, no Zoológico de Cascavel. Ele estava em um local proibido quando foi vítima do felino.

O garoto estava no parque acompanhado do pai e do irmão de três anos de idade.

Visitantes que passavam pelo recinto dos leões viram a criança na área delimitada e tentaram alertar o pai dela, mas foram ignoradas.

O professor catarinense Ricardo Espindula conta os momentos de desespero.

Prevendo que algo poderia acontecer, já que o pai do menino ignorou os alertas, a família de Ricardo registrou um vídeo do menino momentos antes do ataque.

A imagem o mostra correndo de um lado para o outro. O garoto alimenta os animais e ainda tenta acariciá-los.

Outro visitante do parque também percebeu o perigo e gravou o menino bem próximo às jaulas.

Ao ver o filho sangrando o pai pediu por socorro e em estado de choque permaneceu com o filho até a chegada do Siate.

Os socorristas e o médico foram rápidos para imobilizar a criança que teve um corte profundo com perda de parte dos tecidos do braço.

A criança foi levada em estado grave ao Hospital Universitário. O pai seguiu em uma viatura do Corpo de Bombeiros com o filho menor. Ele pouco disse sobre o ocorrido.

Conforme a bióloga do zoo o Tigre chamado Hu tem mais de 200 kg e três anos incompletos. Ele é um animal bastante dócil e deve ter ficado estressado com a movimentação da criança na jaula.

O recinto é monitorado por guardas patrimoniais, mas a criança teria aproveitado o momento da ronda para adentrar a área proibida.

O tigre foi isolado na área de manejo, já que o local estava bastante tumultuado.  O animal será monitorado.

A Polícia Militar também foi chamada para registrar a ocorrência.

Carregar mais notas ao vivo
1112 comentários
Mostrar Mais
Envie seu comentário