‘Eiiiita Cascavelãããããooo’… lembram?!?!?!?! Mas, toda vez que se ouvia a voz do Darci Israel brandando seu bordão era para mostrar a nossa força no (agora, quase falido) futebol… Aliás, lembram sob o comando de quem a Serpente levantou seus saudosos troféus??? Mas, saudosismos à parte, a “festa circense” feita em Cascavel neste início de semana com os “sedentes” por cargos e status engrossando a voz e fazendo discursos “emblemáticos” acabou hoje, por volta das 12hs quando o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) concedeu a liminar que garantiu Edgar Bueno no cargo até o julgamento final da sua cassação. Aliás, a decisão era mais que esperada, tanto é que o Professor Lemos usou de toda cautela para não renunciar o cargo de deputado estadual, afinal, mais vale um cargo na mão do que “dois voando”…

Ainda estou de férias, mas não me aguento… Depois de ouvir as declarações da “viúvas” de todos os “prefeitos” (o eleito, o cassado, o provisório, o sem diplomação e etc), é difícil não dar meus pitacos por aqui. E mais: ao analisar a vida política pregressa dos atores dessa “epopeia” que está virando a Prefeitura de Cascavel, para quem conhece um pouco da histórico políticos dos últimos 20 anos da Capital do Oeste, é até “fácil” entender porque tanta pressa em “apressar” esta ou aquela ação que, inevitavelmente, depende exclusivamente da ação da Justiça e de nenhum outro poder ou agente público. Um detalhe que não pode deixar de ser considerado é a evidente “sede de poder” e “status” que domina toda essa “trama”.

Evidentemente, há elementos e instrumentos dentro de uma real democracia que permitem situações desta natureza. Porém, mesmo na “bagunça quase organizada” que é este nosso Brasil, é preciso respeitar (se é que alguém ainda lembra o que isso significa) a lei, os poderes e, sobretudo, a “inteligência da população”. Agora é esperar, mais uma vez, o comunicado oficial da Justiça para que as devidas ações sejam tomadas…

Em tempo: matéria publicada pela Gazeta do Paraná logo no início do ano já previa esta decisão e até conjecturou que o caso “Bueno x Lemos” possa ser definido em 2015… Mas, não esqueça: tudo depende da Justiça e não dos “achismos” e “sede de poder”. Se Edgar, Edgar! Se Lemos, Lemos… Porém, quem vai bater o martelo final é o TSE, lá em Brasília e não os “doutores da lei” aqui da terrinha…

Concordo que o primeiro ‘post’ de 2014 está atrasado… Mas, o que funciona direito neste Brasil? Claro que esta desculpa ‘não cola’. Porém, sem grande exigências neste início de ano novo. Afinal, o Brasil não funciona somente depois do carnaval? E, pior este ano a tragicômica folia será em março!

 

Tudo pela Copa…

Mas, com a Copa do Mundo do Brasil, muita coisa vai ser acelerada. O ano letivo de escolas públicas e particulares, bem como das universidades vai começar mais cedo para que o recesso do meio do ano contemple o período de jogos… Que coisa, não!? Por qualidade e aperfeiçoamento do ensino as coisas não são “aceleradas”, mas pela Copa…

 

Fumaça, pão e circo…

E a Copa vem como numa grande cortina de fumaça antecedendo as eleições gerais deste ano… Será que foi caso pensado pelo projeto petista de poder? Não, acho que aí já é exagero. Porém, veio bem a calhar… Um pouco de “pão e circo” antes das eleições não pode fazer mal ou faz?

 

Viva o BID I

E em Cascavel não teremos jogos, nem seleções da Copa, mas vamos ter festa também, mas até que boa. Com o contrato do empréstimo do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) assinado, agora é “mão na massa” ou nas licitações. E logo no primeiro lote, R$ 35 milhões para desfazer a ‘minhocona’ da Avenida Brasil. Mal estamos acabando de pagar o famigerado empréstimo para a obra do calçadão e já temos grana para reconstruir tudo. E, como aquele calçadão não considerou que Cascavel cresceria e seria “estrangulado” por ele, não dá para criticar não… Pode passar o trator e endireitar a coisa toda…

 

Viva o BID II

E a grana do BID vem em boa hora, afinal, a segunda administração do Bueno precisava se algo para mostrar a que veio. Não dá pra dizer que tudo ficou parado para arrumar a casa que a administração anterior teria desarrumado… Isso, aconteceu entre 2009 e 2012… Agora, tudo é herança do próprio Bueno… Encerrado o primeiro pacote de licitações, pelo menos o centro da cidade vai, sim, se transformar em um canteiro de obras… Resta saber como os bairros que reclamam de quase tudo serão contemplados neste segundo mandato consecutivo de Edgar Bueno…

 

E o Lemos?

Bom, o deputado estadual Professor Lemos (PT) ainda tem que esperar a Justiça Eleitoral dizer que ele é mesmo o novo prefeito de Cascavel. Porém, a Copa e as próprias eleições gerais deste ano podem ‘jogar contra’ o Lemos e atrasar a decisão que, claro, também pode ser a favor de Edgar Bueno… Enquanto isso, Lemos continua “tranquilo” no Legislativo Estadual trabalhando, quem sabe, para sua reeleição no parlamento paranaense… É aquela coisa de “melhor um cargo na mão do que dois voando”.

 

Férias…

E, enquanto janeiro se “arrasta” para alguns e “voa” para outros, eu vou ficar 20 dias “fora do ar”… Férias… E, na volta, o blog vai “ferver”… 2014 promete!!! Até a volta!