O STF e a Mulher de Cesar!!!

O STF e a Mulher de Cesar!!!

Vivemos novos tempos no Brasil. Desde o início da Operação Lava Jato e do Sérgio Moro, os brasileiros puderam assistir fatos impossíveis de acontecer noutras épocas. As delações da galera da Petrobras, as prisões dos maiores construtores do Brasil e de políticos até então, supostamente intocáveis mudaram a cara do Brasil. E mudaram para melhor porque certamente servirão de exemplo e irão inibir práticas criminosas difundidas faz décadas dentro do estado brasileiro, mas também e ao mesmo tempo, tornaram quase tudo e todos suspeitos. Para uma grande parte dos envolvidos em esquemas de corrupção o princípio da inocência foi invertido. Não basta, portanto, ausência de culpa, é necessário agora provar a inocência, porque caso contrário irá parecer sacanagem.

Foi o que ocorreu agora no Supremo Tribunal Federal envolvendo o Ministro Edson Fachin. Vamos aos fatos: 1) Morre o Ministro do Supremo Tribunal Federal relator da operação Lava Jato no STF (não vi ninguém se perguntar o que Ministro do STF fazia de carona em avião de empresário, mas isso é outro assunto); 2) Fachin, então, sem motivação relevante, pede para ser transferido para a 2ª Turma de Julgamento no STF (curiosamente, a que estava o Ministro Teori e de onde sairia o novo relator da Operação lava Jato no STF); 3) a transferência foi, então, efetivada; 4) o sorteio do novo relator acontece dias depois por meio eletrônico; 5) o relator, por sorteio, passa a ser ninguém menos que ele: Ministro Edson Fachin.

Anoto que não tenho nenhum indicativo de que houve direcionamento no sorteio. No entanto, convenhamos, não pareceu honesto. Não sou chegado a teorias conspiratórias, mas vale para o STF o mesmo que valeu para Pompéia, a mulher de Cesar – em razão da posição social e da relevância do cargo de Cesar, Pompéia não poderia estar nem sob suspeita. Seguindo a história, exatamente por ter sido suspeita de ter praticado um ato contra os costumes da época, Cesar e Pompéia acabaram por se divorciar. Isso explica a origem do ditado popular: “a mulher de Cesar não basta ser honesta, deve parecer honesta”.

O Ministro Fachin (a Pompéia atual), deveria ter se declarado suspeito ou deixado o Plenário do STF decidir acerca da possibilidade de ele (Fachin) ser o relator da Lava Jato depois da sucessão de coincidências que ocorreram em minúsculo espaço de tempo. Poderia o Plenário do STF decidir que ele poderia participar sem qualquer problema do sorteio da relatoria da Lava Jato e, por outra coincidência, ele poderia ser eletronicamente o escolhido. Se isto tivesse acontecido, eu não teria razão para escrever esse artigo porque, ao contrário do que ocorreu, tudo seria honesto ou ao menos, tudo iria parecer honesto. Infelizmente, tudo pareceu uma grande sacanagem. Tomara que eu esteja errado. Tomara mesmo…

Padrão

4 comentários em “O STF e a Mulher de Cesar!!!

  1. Julio disse:

    Claro, como se indicar o proprio ministro da justiça filiado ao PSDB não fosse um fator mais preocupante.
    Eu fico intrigado em como esses tucanos são defendidos pela mídia em geral.
    Devem gastar muito dinheiro com isso

  2. helder sabadin disse:

    QUEM SÃO MESMO OS ATUAIS GOVERNANTES DO PAIS AVALIZADOS PELO SUPREMO TRIBUNAL ? JÁ TENHO VERGONHA DE SER HONESTO POIS NÃO DURMO MAIS O SONO TRANQUILO,”A QUE SAUDADE QUE TENHO DA AURORA DE MINHA VIDA DE MINHA INFANCIA PERDIDA QUE OS TEMPOS NÃO TRAZEM MAIS ”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *